Retrato de Bezerra de Menezes

Casa de Recuperação
e Benefícios
Bezerra de Menezes

Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da humanidade. - Allan Kardec

Conheça também e inscreva-se
em nosso Canal de vídeo

Logo do Youtube

QUE QUERES?

Jesus nos abençoe.

ilustração de duas portas levando a destinos diversos, um bom outro ruimHoje, mais do que nunca, fazem-se necessários o amparo e as bençãos de Jesus, para fortalecer o ânimo das criaturas, no sentido do Incentivar a compreensão entre elas. Somente amparados por Ele, lendo o seu Evangelho e praticando os Seus ensinamentos é que poderemos lutar e vencer todos os obstáculos que habitualmente encontramos na estrada da vida, pois nem todos compreendem ainda que as dificuldades da caminhada provêm de erros do pretérito ou mesmo do presente, frutos da nossa imprudência ou desatenção. Quando pudermos entender a razão da vida e a sua legitima finalidade, poderemos melhormente superar os obstáculos que nos defrontam na rota iniciada. Então compreenderemos que eles foram criados por nós mesmos, pois são consequência de nossos atos e pensamentos. Dessa forma, a resignação, a humildade e a paciência nos fortalecerão a fé consciente, que é a mensageira da alegria e da esperança.

Se nos dispusermos a caminhar unidos, com o firme propósito de não nos deixarmos vencer pelo cansaço das lutas de nosso trabalho e dos esforços que despendemos, tão necessários para a edificação de nossa vida maior; se, simultaneamente, estudarmos e aplicarmos os ensinamentos do Mestre, que é o nosso sublime Orientador, compreenderemos que todas as dificuldades do caminho são experiências indispensáveis e úteis proporcionadas pela bondade divina, como que para verificar se estamos capacitados para avançar sozinhos e se já merecemos a confiança do Pai Celeste. Deus nos ampara e fortalece a todos os instantes, através da prece em que revelarmos o nosso amadurecimento sincero, porque Ele vê sempre o que sentimos, pois nem sempre o que dizemos é a realidade do nosso íntimo.

Quando lhe dirigimos uma súplica sincera, Deus nos perdoa, dando-nos oportunidades que nem sempre sabemos aproveitar. Mas quando sentimos nascer dentro de nós o Cristo de Deus - que é a luz que nos ilumina e orienta, qual farol amigo a indicar-nos o roteiro seguro, para, assim orientados, não encalharmos nos recifes, que são barreiras destinados a desviar-nos da rota certa, tropeços por nós mesmos colocados, mercê de atos e pensamentos indevidos - então novas perspectivas se abrem diante do nós e novas possibilidades se nos apresentam.

Multos embaraços que sentimos no curso da vida são resultados da imprevidência com que procedemos. Os obstáculos criados por nosso comportamento nem sempre estão visíveis nos nossos olhos, como nem sempre são imediatos. Quando, porém, nos inspiramos nos divinos conhecimentos do Evangelho, novas forças nos animam à tarefa de removê-los. É a luz de Jesus que nos desperta do sonho de ilusões em que nos situamos. É um despertar sublime, porque vale por um renascimento, mas cuja comprovação reside na resignação do nosso entendimento em face dos males que nos perseguem a todos os instantes.

Chegado o momento de despertarmos, a voz do Cristo que nos chama dirige-nos a pergunta amiga: "Que queres?" E complementa: "Aproveita todas as oportunidades de luta e não esperes que um anjo materializado venha pegar-te na mão para te conduzir até o reino Céu, carregado de glórias e facilidades, pois o merecimento é maior se maiores forem as dificuldades vencidas. Se queres verdadeiramente colaborar na obra divina, auxiliando a criação e o aprimoramento das criaturas, entrega-te à luta sem desânimo. Quanto mais sérios os obstáculos, mais valioso o merecimento ao superá-los.

Trabalhemos, portanto, com afinco e boa disposição, para que o dêsanimo não nos torne intolerantes. Busquemos no Evangelho a inspiração de cada dia, pois o Mestre disse: “Pega a tua cruz e segue-me.” Nesta indicação do Mestre para que o seguíssemos, encontramos uma advertência, porque ele é exemplo de quem soube vencer todas as incompreensões humanas, renunciando todas as facilidades.

Paz e amor em Jesus.

Bezerra de Menezes

(Mensagem recebida mediunicamente pelo fundador e orientador-geral de nossa Casa, Azamor Serrão, e publicada originalmente em O Cristão Espírita, em sau edição de fevereiro-março de 1968

OS DEZ MANDAMENTOS PARA OS MÉDIUNS

Mandamentos para os médiuns em trabalho, ditados pelo Espírito de IGNÁCIO BITTENCOURT.

Retrato de Ignácio BittencourtPara que te unas à faixa do Senhor observa estes preceitos, abrindo teu coração ao Mestre:

  1. Nunca duvides de uma intuição. O bom médium já sabe sentir as vibrações de seu mentor a orientar-lhe os passos nos caminhos dúbios;

  2. Confia na assistência espiritual à qual te ligaste, entregando-lhe confiante a todos os trabalhos para que fores designado, com humildade, dando de ti o que tiveres de melhor;

  3. Busque teu pensamento, na prece, as ligações do fio que te unirá ao Cristo, fugindo sempre a pedidos pessoais e entregando-te à oração silenciosa, sabendo, desde já, que mais do que tudo te vê o Senhor e, portanto, já te dará, o que fizeres por merecer e que te for benefício;

  4. Paciência para com os companheiros de reunião. Ajuda os mais fracos de pensamento e ora pela fortaleza dos laços seguros dos Superiores;

  5. Orienta, quando chegar a tua vez de falar, ciente de que és instrumento do Senhor aos ouvidos do público e, naquele momento, é por tua palavra que virão as mensagens do Alto;

  6. Prepara-te para receberes a assistência dos Orientadores Espirituais, purificando definitivamente teu corpo, teus pensamentos, não somente em dias de trabalho mas sempre, para que não fiques a beira do caminho e sejas, cada vez mais, veículo de expressões de amigos de alta espiritualidade;

  7. Confia nas orientações das páginas que chegarem a ti, porém sempre as julgando dentro dos preceitos do Cristo. É preciso merecermos as bençãos do Alto para que elas possam chegar até nós;

  8. Quando a doença física te debilitar o corpo material, usa dos recursos em que a ordem te venha do Alto a dizer-te se estás ou não capacitado para os trabalhos do Senhor naquele dia, pois Jesus não exige de nós holocaustos. É preciso, às vezes, guardarmos a matéria para melhor servir amanhã;

  9. Não te envaideças com as novas posições que fores galgando no caminho. A tendência é, e sempre será, de subir para todos aqueles que se dispõem a servir ao Senhor; usa firmeza ou brandura a se mesclarem num equilíbrio ideal para não humilhares os companheiros que estavam lado a lado contigo, mas que agora irás conduzir;

  10. Enfim, entrega-te serenamente aos desígnios dos superiores, pois quem não sabe obedecer jamais poderá ser líder; o mundo é condição de júbilo e o utilizarmos amorosamente a servir. Sê exemplo, humilhando-te, às vezes, para que do Alto venha a certeza de que segues o Cristo integralmente.

A Paz de Deus esteja com todo aquele que conseguir se diminuir para subir mais servo ao Senhor.

Jesus vos abençoe hoje e sempre;

Do irmão e amigo

IGNÁCIO BITTECNCOURT

(Trecho do volume "A Mediunidade Cristã é a Antena Celestial", de Azamor Serrão, 1968 - ainda inédito.)

TERRA É PRISÃO GALÁCTICA PARA HUMANOS,
SEGUNDO PESQUISADOR NORTE-AMERICANO

Vejam que interessante o texto abaixo, reproduzido do Jornal do Brasil. Para os interessados no tema, sugerimos confrontá-lo com os primeiros capítulos de A CAMINHO DA LUZ, de Emmanuel, psicografia de Chico Xavier.

Capa do volume A Caminho da Luz, de Emmanuel, psicografia Chico XavierHá muitos cientistas que compartilham a teoria da panspermia, segundo a qual a vida no nosso planeta foi trazida por meteoritos, asteroides e outros corpos celestes. Ellis Silver, pesquisador da raça humana, afirma que nossa origem não provém da Terra, mas sim, do mundo extraterrestre, informou nesse domingo (22) o portal on-line Daily Star.

Em seu livro intitulado de "Humanos não são da Terra", o autor assinalou que a raça humana teve suas origens fora da Terra, citando várias evidências para argumentar sua afirmação. De acordo com Silver, existem muitas diferenças entre os humanos e outras espécies da Terra, o que levou o cientista a chegar a sua conclusão quanto a nossa verdadeira origem.

Silver destaca o fato de os humanos serem muito sensíveis à luz do sol — algo a que outras espécies são imunes. O pesquisador assinalou que os répteis são capazes de regular sua temperatura quando expostos à luz do sul, enquanto permanecer por um período longo sob o sol causa tonturas e insolação nos seres humanos.

"Provavelmente, a humanidade é a espécie mais avançada em nosso planeta, sendo incrivelmente mal preparada e inadaptada para o ambiente terrestre: incapaz de suportar o Sol, com forte repugnância à comida natural e com um nível ridiculamente alto de doenças crônicas, e assim por diante", argumentou Silver em seu livro, citando pela edição.

O pesquisador apontou também para as dificuldades do parto como outra evidência de que os humanos são do mundo alienígena. Além disso, o pesquisador indicou que problemas frequentes de muitas pessoas com as costas também são uma prova de que somos de um planeta com uma gravidade muito menor.

Mas então, o que levou os extraterrestres a escolher nosso planeta? Ellis Silver propôs várias teorias respondendo a esta pergunta. Segundo ele, a Terra pode representar um tipo de prisão galáctica, o que explica nossa natureza violenta como espécie.

"A Terra pode ser um planeta-prisão, já que parecemos ser uma espécie naturalmente violenta e estamos aqui até aprendermos a nos comportar", concluiu Silver.

(Transcrito do site do Jornal do Brasil - http://www.jb.com.br/ - consulta feita a 23-04-2018)